Bill Gates revela os 5 livros que ele adorou ler neste ano

Uma das obra fala sobre meditação e outra sobre a exploração dos robôs assassinos

Start Se
Por: Diogo Max


Bill Gates, cofundador da Microsoft e um dos homens mais filantropos do mundo, revelou nesta terça-feira (04) os cinco livros que ele adorou ler neste ano. Entre eles, está uma obra de meditação e uma outra sobre a exploração de armas autônomas, isto é, os robôs assassinos.

“Minha lista está bem eclética neste ano”, afirma Gates, hoje o segundo homem mais rico do mundo, segundo a revista Forbes. “Se você está procurando por um presente infalível para seus amigos e familiares, não há como errar em um desses”, aconselha.

O primeiro livro indicado por Gates é “Menina da Montanha”, de Tara Westover. A obra fala sobre uma experiência real da autora, que passou a frequentar a escola ou ir ao médico depois que ela saiu de casa aos 17 anos.

“Ela é uma escritora tão boa que me fez refletir sobre minha própria vida enquanto lia sobre sua infância difícil. Melinda (esposa de Gates) e eu amamos este livro de memórias de uma jovem cuja sede de aprendizado era tão forte que ela acabou virando doutora pela Universidade de Cambridge”, afirma o cofundador da Microsoft.

O segundo da lista é “Army of None” (Exército de Ninguém, em uma tradução livre), de Paul Scharre. Na obra, o especialista do Pentágono explora o que significaria dar às máquinas autoridade sobre a decisão final da vida ou da morte.

“É um tema imensamente complicado, mas Scharre oferece explicações claras e apresenta os prós e contras da guerra conduzida por máquinas”, opina Gates.

Outra obra indicada pelo cofundador da Microsoft é “Bad Blood: Fraude Bilionária no Vale do Silício”, de John Carreyrou. Nela, o jornalista investigou a ascensão e queda da Theranos, a startup do setor de saúde criada por Elizabeth Holmes que enganou empreendedores e investidores nos Estados Unidos. “A história é ainda mais louca do que eu esperava, e me vi incapaz de largar tudo assim que comecei”, diz Gates.

Meditação
O quarto livro da lista é “21 lições para o século 21”, escrito por Yuval Noah Harari. Na obra, o historiador explora as grandes questões do presente e o que podemos fazer para melhorá-lo, abordando o desafio de manter o foco coletivo e individual em face a mudanças frequentes e desconcertantes.

“Eu sou um grande fã de tudo que Harari escreveu, e seu mais recente não é uma exceção”, afirma Gates. “Se 2018 deixou você impressionado com o estado do mundo, 21 lições oferece uma estrutura útil para processar as notícias e pensar sobre os desafios que enfrentamos”.

O último livro indicado pelo cofundador da Microsoft é “The Headspace Guide to Meditation and Mindfulness (O Guia Headspace para Meditação e Consciência Plena, em tradução livre)”, de Andy Puddicombe. Na obra, o ex-monge budista procura ensinar as pessoas a separar 10 minutos do dia para fazer a diferença no mundo.

“Tenho certeza de que eu, com 25 anos de idade, zombaria dessa indicação”, diz Gates. “O livro começa com a jornada pessoal de Puddicombe, de um estudante universitário a um monge budista, e depois se torna um explicador divertido sobre como meditar. Se você está pensando em obter a atenção plena, essa é a introdução perfeita”, afirma.

Disponível em: https://startse.com/noticia/bill-gates-revela-5-melhores-livros-que-ele-gostou-neste-ano?fbclid=IwAR0mQGxyAKGiV9X65phUxolUYu3bpyaPocWJIrXRM8i6mIs8-HZQDB2LuPE Acesso em: 4 dez 2018

Veja Também

É possível ensinar empreendedorismo em sala de aula?

No início de abril, um aluno tailandês da nossa turma de empreendedorismo notou uma escassez de álcool...

Black Friday: marcas devem entender perfil emocional de cada consumidor

Segundo análise da Kantar, entender como os consumidores se relacionam com suas decisões de compra aju...

Como desenvolver uma memória melhor

Quando foi a última vez que você verificou seu celular? Foi há menos de 30 segundos? Há um minuto?

Peça o seu Orçamento

Nossa equipe está esperando pelo seu contato......

Clique Aqui